SUPER ELETRICA

Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site...

CONTATORES

CONTATORES

Contatores

Contatores são dispositivos de manobra mecânica, eletromagneticamente, construídos para uma elevada freguência de operação. De acordo com a potência (carga), o contator é um dispositivo de comando de motor e pode ser utilizado individualmente, acoplados a reles de sobrecarga, na proteção de sobrecorrente. Há certos tipos de contatores com capacidade de estabelecer e interromper correntes de curto-circuito. Basicamente, existem contatores para motores e contatores auxiliares.

OBS: Os contatores para motores e os contatores auxiliares são basicamente semelhantes. O que os diferencia são algumas características mecânicas e elétricas.

Contatores para motores

Os contatores para motores tem as seguintes características:

  • Dois tipos de contatos com capacidade de carga diferentes ( principal e auxiliares)
  • Maior robustez de construção
  • Possibilidade de receber reles de proteção
  • Existência de câmara de extinção de arco voltaico
  • Variação de potência da bobina do eletroímã de acordo com o tipo do contator.
  • Tamanho físico de acordo com a potência a ser comandada
  • Possibilidade de ter a bobina do eletroímã secundário

Contatoresauxiliares
Os contatores auxiliares são utilizados para aumentar o número de contatos auxiliares dos contatores de motores para comandar contatores de elevado consumo na bobina, para evitar repique, para sinalização

Os contatores auxiliares tem as seguintes características:

  • Tamanho físico variável conforme o número de contatos
  • Potência da bobina do eletroímã praticamente constante
  • Corrente nominal de carga máxima de 10 A para todos os contatos
  • Ausência de necessidade de relê de prteção e de câmara de extinção

Os principais elementos construtivos de um contator são:

  • Contato Principal
  • Contato Auxiliar
  • Sistema de Acionamento
  • Carcaça
  • Acessórios

Contatos Pricipais
Os contatos principais tem a função de estabelecer e interromper correntes de motores e chavear cargas resistivas ou capacitivas.
O contato é realizado por meio de placas de prata cuja vida útil termina quando essas placas estão reduzidas a 1/3 de seu valor inicial.

Contatos Auxiliares
Os contatos auxiliares são dimensionados para comutação de circuitos auxiliares para comando, sinalização e intertravamento elétrico.
Eles podem ser do tipo NA (normalmente aberto) ou NF (normalmente fechado) de acordo com a sua função.

Sistema de acionamento
O acionamento dos contatores pode ser feito com corrente alternada ou corrente contínua.
Acionamento: Para esse sistema de acionamento existem anéis de curto-circuito que se situam sobre o búcleo fixo do contator e evitam o ruído por meio da passagem da CA por zero.
Um entreferro reduz a remanescência após a interrupção da tensão de comando e evita o colamento do núcleo.
Após a desenergização da bobina de acionamento, o retorno dos contaos principais (bem como dos auxiliares) para a posição original de repouso é garantido pelas molas de compressão.

Carcaça
A carcaça dos contatores é constituída de 2 partes simétricas (tipo macho e fêmea), unidas por meio de grampos.
Retirando-se os grampos de fchamento do contator e sua capa frontal é possível abri-lo e inspecionar seu interior, be
m como substituir os contatos principais e os da bobina.
A substituição da bobina é feita pela parte superior do contator, através da retirada de 4 parafusos de fixação para o suporte do núcleo.

Funcionamento
A bobina eletromagnética quando alimentada por um circuito elétrico forma um campo magnético que se concentra no núcleo fixo e atrai o núcelo móvel.
Como os contatos móveis estão acoplados mecanicamente com o núcleo móvel, o deslocamento deste no sentido do núcleo fixo movimenta os contatos móveis.
Quando o núcleo móvel se aproxima do fixo, os contatos móveis também devem se aproximar dos fixos, de tal forma que, no fim do curso do núcleo móvel, as peças fixas imóveis do sistema de comando elétrico estejam em contato e sob pressão suficiente.

O Comando da bobina é efetuado por meio de uma botoeira ou chave-bóia com duas posições, cujos elementos de comando estão ligados em série com a bobina. A velocidade de fechamento dos contatores é resultado da força proveniente da bobina e da força mecânica das molas de separação que atuam em sentido contrário.
As molas são também as únicas responsáveis pela velocidade de abertura do contator, o que ocorre quando a bobina magnética não estiver sendo alimentada ou quando o valor da força magnética for inferior á força das molas.

Vantagem do emprego de contatores

  1. Comando á distância
  2. Elevado número de manobras
  3. Grande vida útil mecânica
  4. Pequeno espaço para montagem
  5. Garantia de contato imediato
  6. Tensão de operação de 85 a 110% da tensão nominal prevista para contator

Montagem dos contatores
Os contatores devem ser montados de preferência verticalmento em local que não esteja sujeito a trepidação. Em geral, é permitido uma inclinação máxima do plano de montagem de 22,5 em relação a vertical, o que permite a instalação em naivos. Na instalação de contatores abertos, o espaço livre em frente a câmara deve ser no máximo de 45mm.

Normas de indentificação dos contatos dos contatores
A normalização nas identificações de terminais dos contatos e demais dispositivos de manobra de baixa tensão é o meio utilizado para tornar mais uniforme a execução de projetos de comandos e facilitar a localização e função desses elementos na instalação. A identificação é feita por letras maiúsculas nas bobinas com apenas um enrolamento.

Bobinas para contator com um enrolamento

Normas de Identificação dos contatos dos contatores

Identificação de terminais em componentes de acionamento (contatores) para circuito auxiliares

A identificação é feita por (2) dígitos compostos pelo algarismo de origem de localização e pelo algarismo sequêncial de função.
Os algarismos de localização são contados em sequência, começando de 1. A identificção numérica apresentada nas figruas 4 e 4ª, aplicam-se a contatos abridores e fechadores.

Normas de identificação dos contatos dos contatores

Exemplo de
Aplicações
Categoria
.
Aplicações
.
Serviço Normal
Serviço Ocasional
Ligar
Desligar
Ligar
Desligar
Aquecedores
 
Manobras Leves;
       
Lâmpadas
 
Carga ôhmica ou
       
Incandescentes
AC1
pouco indutivo
1 X In
1 X In
1,5 X In
1,5 X In
Lâmpadas
           
Fluorescentes
           
Compensadas
           
Guinchos
 
Comando de
       
Bombas
 
motores com rotor
       
Compressores
AC2
Bobinado.
2,5 X In
1 X In
4 X In
4 X In
   
Desligamento em
       
   
regime normal
       
Bombas   Serviço normal de        
Ventiladores   manobras de        
Compressores
AC3
motores c/ rotor
6 X In
1 X In
10 X In
8 X In
    de gaiola.        
    Desligamento em        
    regime normal        
Pontes Rolantes   Manobras pesadas        
Tornos   Acionar motores        
    com carga plena        
    Comando        
 
AC4
intermitente
6 X In
6 X In
12 X In
10 X In
    (pulsatório);        
    reversão a plena        
    carga, marcha e        
    parada por contra        
    corrente.        

Defeitos dos contatores

Já sabemos que os contatores são dispositivos de manobra mecânica acionados eletromagneticamente, utilizados como dispositivos de comando de motores ou como dispositivos de proteção contra sobrecarga, se acoplados á relés. Neste tópico, estudaremos os defeitos mais comuns que acontecem nos contatores e os problemas causados nos circuitos elétricos por eles comandados




ONLINE
1









Total de visitas: 6613